Evento “Memória e resistência: narrativas de um homem trans”, acontece nesta quarta-feira (14) na UFRN


O Núcleo Tirésias da UFRN vai promover com apoio do CCHLA, Proex e CCSA, a conferência, “Memória e resistência: narrativas de um homem trans”, com João W. Nery, considerado o primeiro transexual homem operado no Brasil. Hoje João W Nery está com 61 anos e vai falar sobre sua experiência no auditório do NEPSA, no próximo dia 14, as 19h, com inscrições feitas no local, por ordem de chegada e entrega de certificados. O evento está sendo cordenado pela professora Berenice Bento, do Núcleo de Estudos Interdisciplinares em Diversidade Sexual, Gêneros e Direitos Humanos. Após a fala, Nery vai lançar aqui seu livro, “Viagem Solitária – Memórias de um Transexual 30 anos depois”.

Segundo sua biografia no Wikipédia, “na sua época, a cirurgia era considerada ilegal (mutilação do humano) e o Brasil vivia sob o regime da ditadura militar. Por esses fatores, acrescido de uma falta de legislação própria para o transexualismo, Nery tirou nova documentação por conta própria para poder se articular socialmente. Com a nova identidade perdeu todos os seus direitos anteriores, inclusive o seu currículo escolar e profissional. Passou então a exercer várias profissões (pedreiro, vendedor, cortador de confecção de roupas, massagista de “shiatsu”) para poder sobreviver.

Para saber mais: Berenice Bento – 9603-0521 – berenice_bento@yahoo.com.br

http://www.nucleotiresias.ufrn.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s