Professor da UFMG discute acesso livre à informação científica na UFRN


O acesso livre à informação científica produzida no âmbito público mobilizou nessa quinta-feira, 11, durante todo o dia, profissionais da Ciência da Informação, que atuam na Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM), e docentes do Departamento de Ciência da Informação (DECIN), ambos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN),

A discussão foi guiada pelo convidado Hélio Kuramoto, professor da Universidade Federal de Minas Gerais e autor do Projeto de Lei nº 387/2011, de Acesso Livre à Comunicação Científica, em tramitação no Senado.

Nesse sentido, uma das contribuições da Universidade Federal do Rio Grande do Norte é a instalação de repositórios digitais, na Biblioteca Central. Neles, o usuário de informação pode acessar os resultados da pesquisa realizada com recursos públicos, sem ônus.

Para o professor Hélio Kuramoto “o acesso livre é benéfico para a ciência e para a sociedade na medida em que duplica o uso e o impacto das pesquisas no meio social”. Os pensadores, frisa o autor do Projeto de Lei, “se atualizam mais rápido e o país se beneficia de um modo geral”. Os repositórios digitais de acesso livre disponibilizam as publicações científicas, como periódicos e outros documentos.

Via Boletim: Agência de comunicação da UFRN

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s