#60Anos Surgimento do CAAC


alfa-20

O Centro Acadêmico Amaro Cavalcanti surgiu originalmente como Diretório Acadêmico, no dia 12/03/1955.  O nome do Diretório se deu em homenagem ao jurista seridoense Amaro Cavalcanti, nascido onde hoje é o Município de Jardim de Piranhas, em 1849. Amaro foi Procurador-Geral da República, Ministro do Supremo Tribunal Federal e juiz da Corte Internacional de Justiça de Haia, além de ser um dos autores da primeira Constituição republicana de 1891.

Tal como a Faculdade de Direito, o DAAC funcionou inicialmente no prédio do atual Atheneu Norte-riograndense. As Ações do Diretório inicialmente foram: publicações (Tribuna Acadêmica; O Porrete; a Revista Rumos); lutas (“Até que tudo cesse, nós não cessaremos”); júri simulado, congressos e reivindicações (a transferência da Faculdade para a Ribeira; a crítica contra o aumento dos subsídios dos deputados estaduais; o furto e a transferência do busto de Amaro Cavalcanti); eventos culturais (como o a festa junina São Pedro na Balança), foram algumas ações feitas pelo DAAC no período inicial de sua existência de 1955 a 1964 (ano do Golpe Militar).

Após a ocorrência do Golpe de 1964 foi freado o crescente processo de politização do curso e do Movimento Estudantil. Prisões, cassações de mandatos (incluindo de todos os membros do DAAC na época) marcaram o período inicial do novo regime. O DAAC passou por uma segunda fase na sua existência, até o seu fim em 1974, quando foi transferida a Faculdade de Direito da Ribeira para o atual Campus da UFRN, em Lagoa Nova.

Se passaram 9 anos sem existir uma entidade que representasse as alunas e os alunos do curso de Direito da UFRN. Somente em 1982 é que o DAAC retorna como Centro Acadêmico Amaro Cavalcanti – CAAC, termo que perdura até hoje.

Muitas lutas e conquistas o CAAC obteve no período de 1982 a 2015, como a Articulação do Movimento Diretas Já!, uma forte luta pela Constituinte de 1986 em Natal, articulação pelo Fora Collor – Movimento Caras Pintadas, mobilizações nos anos FHC e mais recentemente participação direta no #ForaMicarla e na Revolta do Busão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s